Especiais

[Especial]Alimentos Transgênicos. Solução? (Parte 3)

Exemplos de benefícios para a Agricultura Mundial

A modificação genética tem sido usada para produzir uma variedade de plantas até hoje, primariamente com benefícios voltados para o mercado, alguns dos quais se tornaram sucessos comerciais. Desenvolvimentos resultando em variedades comercialmente produzidas em países como os EUA e Canadá centraram em aumentar o tempo de prateleira de frutas e vegetais, conferindo resistência à insetos  ou vírus, e produzindo tolerância a herbicidas específicos. Enquanto esses atributos têm se mostrado vantajosos para os fazendeiros, é difícil para os consumidores verem algum benefício além da, em casos limitados, redução do preço e aumento na quantidade de produção.

O verdadeiro potencial dos alimentos transgênicos para ajudar a solucionar alguns dos problemas mais graves da agricultura mundial começaram a ser exploradas recentemente. Os exemplos a seguir mostram como a modificação genética pode ser aplicada em alguns dos problemas da agricultura, indicando benefícios em potencial.

Resistência a pragas

Há um benefício claro para os fazendeiros se as plantas transgênicas forem desenvolvidas para resistirem à uma praga específica. Por exemplo, o mamão resistente ao vírus da mancha anelar já é comercializado e cultivado no Havaí desde 1996. Também deve haver um benefício para o meio ambiente, já que se utiliza menos pesticidas. Plantas Transgênicas contendo genes resistentes a insetos que contenham Bacillus thuringiensis tem possibilitado a redução significativa do uso de pesticidas. Entretanto, populações de pragas e organismos causadores de doenças se adaptam facilmente e se tornam resistentes a pesticidas e não há razão para pensar que isso não vá ocorrer igualmente rápido com plantas transgênicas. Adicionalmente, biótipos de pragas são diferentes em regiões diferentes. Por exemplo, plantas resistentes a insetos desenvolvidas para uso nos EUA e Canadá podem ser resistentes a pragas que não são problema em países em desenvolvimento, e isso é verdade tanto para plantas transgênicas quanto a criada de forma tradicional.

Aumentar a produtividade

Uma das maiores tecnologias que guiaram para a “revolução verde” foi o desenvolvimento de uma variedade de trigo semi-anã de alta produtividade. Os genes responsáveis por essa redução de altura foram os genes NORIN 10 Japoneses introduzidos no trigo ocidental em meados de 1950. Esses genes apresentam dois benefícios: eles produzem plantas menores e mais resistentes que poderiam aceitar mais fertilizantes sem caírem, e eles aumentam a produtividade diretamente por reduzir o alongamento da célula nas partes vegetativas das plantas, desta forma permitindo à planta investir mais na reprodução e partes que são comestíveis. Esses genes foram isolados recentemente e demonstrados que funcionam exatamente da mesma forma quando utilizadas para modificar outras plantas.

Tolerância a stress biótico e abiótico

O desenvolvimento de plantas que possui resistência a stress biótico e abiótico ajudaria a estabilizar a produção anual. Por exemplo, o vírus amarelador de arroz devasta as plantações de arroz na África destruindo a maior parte da plantação diretamente, com um efeito secundário em qualquer planta sobrevivente que as faz mais suscetíveis a infecções por fungos. Como resultado, esse vírus ameaçava seriamente o arroz da África. Abordagens convencionais para tentar controlar a praga usando métodos de cultura tradicionais falharam em introduzir resistência de espécies selvagens para cultivar o arroz. Pesquisadores utilizaram uma tecnologia nova que imita a “imunização genética” através da criação de plantas de arroz transgênico que resiste à praga. Variedades de arroz transgênicos estão preste a entra em teste de campo para testar a eficiência da resistência contra o vírus. Isto poderia criar uma solução para a ameaça da falha total nas plantações subsaarianas.

Como exemplo de tolerância ao stress abiótico, pode citar a modificação de plantas para super-produzir ácido cítrico nas raízes e prover melhor tolerância ao alumínio em solos ácidos.

Uso de Terras Marginalizadas

Uma vasta área de terra por todo o mundo tem sido marginalizadas devido ao excesso de salinidade e alcalinidade. Um gene de tolerância ao sal do manguezal (Avicennia marina) foi identificado, clonado e transferido em outras plantas. As plantas transgênicas se tornaram tolerantes a uma concentração maior de sal. O gene GutD da Escherichia Coli também foi utilizado para gerar plantas de milho tolerantes ao sal. Genes desta espécie possuem grande potencial para desenvolver culturas para terrenos marginalizados.

Benefícios Nutricionais

A deficiência de vitamina A causa cegueira parcial ou total em meio milhão de crianças todo ano. Métodos de criação tradicionais não obtiveram sucesso em produzir plantas contendo concentrações altas de vitamina A e a maioria das autoridades nacionais utiliza programas de suplementação caros e complexos para contornar o problema. Pesquisadores introduziram três novos genes no arroz – dois a partir do Narciso e um de um micro-organismo. O arroz transgênico apresenta uma produção maior de beta caroteno, precursor da vitamina A, e a semente é amarelada. Esse arroz amarelo, ou dourado, pode ser uma ferramenta muito útil para ajudar a tratar o problema da deficiência de vitamina A em jovens que vivem na região dos trópicos.

Redução do Impacto Ambiental

A disponibilidade e utilização eficiente da água se tornaram preocupações globais. Terra alva de arados extensos para o controle de ervas daninha e preparação do solo para as sementes são propensas a erosão, e há uma séria perda de água. Sistemas com pouco arado tem sido usados por muito tempo em comunidades tradicionais. Existe a necessidade de desenvolver plantas que se desenvolvam sob tais condições, incluindo a introdução de resistência de doenças na raiz atualmente controlada pela aragem e por herbicidas. Aplicações em países mais desenvolvidos demonstram que a modificação genética oferece uma ferramenta útil para a introdução de resistência a doenças na raiz para condições de aragem reduzida.

Anúncios

Deixar um Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s